sábado, 9 de agosto de 2008

Escrevendo sobre escrever.

Sei lá. Admiro muito essas pessoas que conseguem escrever coisas incrivelmente boas simplesmente com uma caneta e um papel. Acho que ou elas estão sempre apaixonadas, ou são muito inteligentes ou até usam drogas pra ter tanta criatividade. Escrever pra mim é uma coisa bem difícil e vim descobrir isso no blog.

A idéia do blog veio muito antes da iniciativa de fazê-lo. Às vezes eu me pegava pensando em coisas dignas de algumas horas de conversa, mas estava sozinho. Então tive a idéia de registrar, em textos, esses tais pensamentos: nasce a idéia do blog. Mas o problema é que, assim como meus planos para o blog, eu sempre me esqueço da essência das idéias e acabo sem texto nenhum. Talvez seja por isso que estou com uma média de 1 post por trimestre.

Acho que agora vou deixar de lado meus pensamentos de filósofo de banheiro para dissertar sobre qualquer coisa. Será que é assim que os citados escritores inspirados fazem seus belos textos? Pra mim se saírem apenas os “textos”, sem os “belos” já está de bom tamanho.

Um obrigado pra quem leu.

4 comentários:

Λορενα Tύμο disse...

De nada!

Poxa, que lindo. Você me envergonha às vezes. :$
E ainda me pede para escrever mais.

Λορενα Tύμο disse...

- Nao faça isso! Que vergonha 2!

- E, eu quero uma máquina de escrever, uai. Tenho esse direito!

- E ter mais posts que vc nao quer dizer nada... mesmo.

- E poxa! Me convenci que nao sei escrever. Preciso fazer uma aromaterapia pra ver se resolve a minha frustração. =)

Rafaela disse...

rssssssss...
já fui assim..
tanto que já tive diversos blogs.
vc vai amadurecendo.
daí consegue se estabilizar como blogueiro.
pelo menos foi assim comigo.
tenho tanta idéia que as vezes tenho que me controlar pra não postar 3 vezes por dia..

pensar enlouquece... rsss

Rafaela disse...

uai moço... vai postar nunca não??

Arquivo.